Raça: Border Collie

País de origem: Grã-Bretanha

Nome original: Border Collie

Grupo 1: Cães Pastores e Boiadeiros

Utilização: Cão de Pastoreio

Porte: Médio

Necessidade de exercício diário: Alta

Temperamento: Inteligente, Equilibrado, Sociável

Adestrabilidade: Muito Alto

Tamanho: A altura varia de 46 a 56 cm

Peso: O peso varia de 13 a 20 kg

O Border Collie é conhecido como um dos cachorros mais inteligentes entre todas as raças caninas. A raça possui características notáveis para os mais diversos tipos de adestramento, incluindo obediência e agility.

Origem do Border Collie

Esta raça surgiu na Grã-Bretanha, na Europa, o cão foi adotado como pastor de ovelhas pelos fazendeiros e era útil por sua resistência e independência para agrupar e caminhar com os animais entre as montanhas e vales do país.

Nome

O seu nome, “Border“, significa “fronteira”. Collie vem da palavra celta “colley” e significa “útil” e “fiel”.

 A raça recebeu esse nome em 1975 como referência à região de Borders, na fronteira entre a Escócia e a Inglaterra, antes disso, era chamado de Sheepdog, por conta dos trabalhos com pastoreio. Somente em 1925, o nome Border Collie foi oficialmente registrado.

Características

Primeiramente, são animais de porte atlético, de pernas longas e musculosas.  Sua aparência remete à uma atenção constante e prontidão para novas aventuras. 

Quanto à pelagem, o Border Collie pode ser encontrado em dois tipos: de pelos curtos e macios ou longos e grossos.

Mas, em ambos os casos estes cães apresentam um subpelo macio e denso que auxilia na proteção das variações de temperatura.

A coloração dos pelos mais comum é no padrão bicolor em preto e branco, mas também existem exemplares de Border Collie “merle” que são cães com pelagem de aspecto “marmorizado”.

Por ser um cão muito ativo, priorize ambientes espaçosos para que possa correr, brincar e se divertir.

É muito fácil treinar um border collie: devido à união entre inteligência e afeto, por tanto ele costuma se destacar entre muitos cachorros na capacidade de entender ordens e colocá-las em prática.

Além disso, a  raça é bastante apegada à família e não pode ser deixada sozinha por períodos muito longos. 

Outro ponto marcante é a forte tendência ao latido. Sem adestramento, latidos e uivos são comuns nesta raça, por conta do seu histórico de pastoreio.

FILHOTES

Os filhotes desta raça são muito atléticos e extremamente inteligentes. Recomenda-se começar seu treinamento o quanto antes para não se tornar um cão desobediente.

CURIOSIDADES SOBRE O BORDER COLLIE

Chaser, a border collie atualmente mais famosa do mundo, sabe identificar centenas de brinquedos por seus respectivos nomes. Esta border é ainda capaz de reconhecer mais de mil palavras! 

Acima de tudo, cães dessa raça costumam ficar de mau humor quando não são estimulados com atividades e brincadeiras.

HAJA FÔLEGO 

O border collie adora uma estimulação física e mental e estão sempre prontos para brincar e aprender algo novo. A recomendação é de 90 minutos de exercícios por dia, que podem incluir atividades como jogar brinquedos ou bolas para ele pegar, corrida, natação ou qualquer outra que demande muito fôlego e superação. Todas são desempenhadas maravilhosamente bem por ele. E, de maneira surpreendente, esse cachorro não vai querer parar, mesmo depois que seu dono estiver cansado. O ideal é manter uma média de 20 km de caminhada por semana, cerca de 3 km por dia.

Sabe o que seria uma ótima ideia para um cachorro dessa raça? Passar o dia inteiro em um creche canina. Aproveite para conhecer o Riopet Gávea. A creche perfeita para seu cachorro!

Cuidados com a saúde do Border Collie

Esta é uma raça muito saudável, já que é um cão ativo e também possui uma estrutura física muito bem proporcionada. Ocasionalmente, pode sofrer com problemas de saúde comuns a todos os cachorros. Não são necessários muitos cuidados para que ele tenha uma boa qualidade de vida.

Uma das principais preocupações com este cão é a displasia de quadril, que é um problema na articulação do quadril. Por isso, exames no quadril são sugeridos com certa frequência.

Olhos: Além disso, o border collie possui predisposição para o desenvolvimento de algumas doenças nos olhos, como a atrofia progressiva da retina e alterações oculares associadas à pelagem Merle, como alterações de desenvolvimento na retina e nervo óptico e até mesmo no tamanho do olho e das estruturas intraoculares, podendo levar o animal a cegueira.

Uma curiosidade na saúde do Border Collie é que possui alta tolerância à dor e por isso pode mascarar possíveis problemas, por não expressar-se quando não está muito bem.

Quanto custa um Border Collie?

Também se apaixonou por toda a disposição e inteligência do super-enérgico Border Collie? Se estiver pensando em ter um desses pets, saiba que o preço pode variar de R$ 600 a R$ 5.000 

(calculado com base no preço dos principais sites de venda do País)

Mas, antes de decidir comprar um cachorro, lembre-se que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs à procura de uma família amorosa. Adotar é sempre a melhor opção!

Post escrito por: Agência Pet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para a loja